segunda-feira, 2 de março de 2015

Praça Nove de Julho volta a ser depredada por vândalos

Estrutura de concreto foi destruída em segundo ataque em três meses 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Foto: Divulgação/PMRB
A Praça Nove de Julho, localizada no Centro de Ribeirão Bonito, foi alvo de vândalos pela segunda vez em três meses neste domingo (1). Um pergolado de concreto, instalado junto à Rua São Paulo, foi destruído na ação, que possivelmente ocorreu durante a madrugada. O espaço foi restaurado em meados de 2014 e entregue oficialmente à população em dezembro do ano passado. Durante o Réveillon, vândalos atacaram os postes de iluminação da praça.

Também conhecido por caramanchão ou latada, a estrutura é uma decoração comumente usada em jardins, varandas e pátios. Em Ribeirão Bonito, há décadas é uma das principais características da Praça Nove de Julho, onde há cerca de 10 instalados, desde os tempos em que o local era o Jardim Municipal, um espaço cercado e geralmente fechado durante a noite. Com uma estrutura de concreto, os pergolados receberiam plantas, o que deve ocorrer na próxima fase da reforma.

De acordo com a Prefeitura de Ribeirão Bonito, que iniciou as obras de reforma e remodelação da praça em junho de 2014, foram investidos aproximadamente R$ 274 mil na primeira fase. Às vésperas do Natal 2014, a administração inaugurou a iluminação do espaço junto aos enfeites natalinos durante a segunda semana de dezembro. Nas festividades do Ano Novo, na madrugada do dia 1° de janeiro, o primeiro ataque de vândalos resultou em cerca de cinco luminárias danificadas.

Diário | Ontem foi dia 01/03/2015, Domingo

É o 60° dia do ano. Faltam 4 dias para o Aniversário da Cidade.

Dia Internacional da Proteção Civil.

RELIGIOSOS:
Dia de Santa Eudóxia;
Dia de Santo Albino;
Dia de Santo Suitberto de Kaiserswerth.

PERÍODO ZODÍACO DE: PEIXES (20/02 - 20/03).

Aniversário de 450 anos de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Programação do Aniversário de Ribeirão Bonito é incerta

Segundo a Prefeitura, comemorações serão confirmadas na segunda 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Foto: Reprodução
Às vésperas de celebrar seus 125 anos de emancipação político-administrativa, Ribeirão Bonito ainda não tem uma programação oficial de eventos em comemoração ao aniversário do município. Segundo a Prefeitura, a confirmação de possíveis eventos deve ser anunciada somente nesta segunda-feira (2). De acordo com o Executivo, a única atração já certa para marcar o fim de semana posterior ao dia 5 de março é o tradicional Motocross GP Ribeirão Bonito.

Segundo a Prefeitura de Ribeirão Bonito, procurada na última sexta-feira (27), a escassez de recursos financeiros dificulta a promoção de um grande evento. Ainda assim, a administração estuda contratar um show artístico para celebrar a data, mas aguarda dotações orçamentárias específicas. Ainda não há confirmação sobre a tradicional Caminhada Pratique Saúde, promovida pelo Departamento Municipal de Saúde e que no ano passado realizou sua 5ª edição pela paz.

Já para o fim de semana posterior ao Dia do Município, cuja celebração será na quinta-feira (5), está confirmada a etapa de Motocross GP no Recinto de Exposições “José Piccolo”, no Jardim Heliana. Os treinos terão início na tarde de sábado (7), das 14h às 18h, e seguem na manhã de domingo (8), das 9h às 11h30. Ainda no domingo (8), mas à tarde, serão realizadas as competições, que terão início a partir das 12h30. O evento é uma realização da Boy Promoções e Eventos.

Diário | Anteontem foi dia 28/02/2015, Sábado

É o 59° dia do ano. Faltam 5 dias para o Aniversário da Cidade.

RELIGIOSOS:
Dia de Santo Osvaldo;
Dia de São Lupicino;
Dia de São Romão;
Dia do Beato Daniel Aleixo Brottier.

PERÍODO ZODÍACO DE: PEIXES (20/02 - 20/03).

Dourado inicia o ano letivo de 2015 com novos horários

Mudanças propostas pelo Executivo foram acertadas com professores 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Reprodução
A partir desta segunda-feira (2), início do ano letivo 2015 no município, professores da rede pública de Dourado terão redução da carga horária de trabalho, com horas/aula de 50 minutos. Essa adequação foi proposta pelo Executivo, após uma reunião entre o prefeito Luiz Antonio Rogante Junior (PP) e uma comissão de profissionais do magistério. O projeto foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores em sessão ordinária no último dia 18 de fevereiro.

De acordo com publicação da Prefeitura de Dourado, a medida visa melhorar o caráter didático do ensino, o aproveitamento de aprendizagem do estudante e a capacidade de rendimento, além de preservar a saúde do próprio professor, com base em preceitos higiênicos da voz. “Nossos professores são muito dedicados às suas atividades e desempenham suas funções com muito amor”, afirma o diretor do Departamento Municipal de Educação, Henrique Mariano Gonçalves.

Na última semana, entre quinta-feira (26) e sexta-feira (27), os profissionais da Educação de Dourado participaram de atividades de capacitação e planejamento das aulas. Além da integração entre os professores, as atividades proporcionaram o contato com as novas ferramentas de ensino adotadas pelo município, informações sobre o ano letivo, e orientações pedagógicas e didáticas. As aulas acontecerão em dois turnos. Pela manhã, entre 7h e 11h30, e à tarde, das 12h30 às 17h.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Diário | Hoje é dia 27/02/2015, Sexta-Feira

Dia do Agente Fiscal da Receita Federal;
Dia Nacional do Livro Didático.

RELIGIOSOS:
Dia de São Gabriel de Nossa Senhora das Dores;
Dia de São Nicéforo.

PERÍODO ZODÍACO DE: PEIXES (20/02 - 20/03).

Acusado de envolvimento em latrocínio contra taxista de Ribeirão Bonito tem pena elevada pelo Tribunal de Justiça

Douglas Aparecido Antunes havia sido condenado a 25 anos em julho 

Marcel Rofeal, da Redação 

Foto: Arquivo/BMR
O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo manteve a condenação de primeira instância ao jovem Douglas Aparecido Antunes, de 23 anos, acusado de envolvimento no latrocínio que vitimou o taxista José Claudio de Bodas, de 59 anos, em março do ano passado em Ribeirão Bonito. Em sentença da última terça-feira (24), a 16ª Câmara de Direito Criminal negou provimento ao recurso da defesa do jovem e aumentou a pena para 33 anos de reclusão em regime fechado.

Em primeira instância, no dia 15 de julho do ano passado, o juiz Claudio do Prado Amaral, da 2ª Vara Criminal da Comarca de São Carlos, condenou Antunes a 25 anos de prisão em regime fechado e 80 dias-multa. O magistrado, no entanto, absolve o acusado de corromper ou facilitar a corrupção de menor, o que foi reformado pelos desembargadores do Tribunal de Justiça Guilherme de Souza Nucci, Osni Pereira e Borges Pereira, que decidiram condená-lo também por isso.

Por essa razão, implicado aos artigos 157 do Código Penal -- roubo seguido de morte -- e 244-B do Estatuto da Criança e do Adolescente -- corrupção de menores --, a pena aplicada a Douglas Antunes foi elevada em um terço, observando a participação de dois adolescentes no crime, “tornando as reprimendas definitivas em 33 anos e quatro meses de reclusão e 106 dias-multa”, segue sentença do relator Guilherme Nucci. “O regime fechado deve ser mantido”, confirma.

Crime – O latrocínio aconteceu no dia 13 de março de 2014. O taxista estava no ponto quando foi abordado por um dos envolvidos, menor de idade, e seguiu ao Terminal Rodoviário, onde apanhou mais dois jovens, um deles era Douglas. A caminho de São Carlos, Bodas foi rendido e, em uma estrada rural, foi atirado vivo de uma ponte com mãos e pernas amarrados. Os dois menores foram apreendidos logo depois. Douglas só foi capturado 24 horas após o crime.

Ministério Público Estadual aguarda posicionamento da Prefeitura sobre a Casa Abrigo de Ribeirão Bonito

No Jardim Centenário, moradores se mobilizam para evitar mudança 

Marcel Rofeal, de Ribeirão Bonito 

Fotos: Marcel Rofeal/BMR
Chega ao fim no próximo dia 9 de março o prazo para que a Prefeitura de Ribeirão Bonito responda ao Ministério Público Estadual sobre uma proposta de ajustamento de conduta relacionada à Casa Abrigo do município. No início do mês, o MP instaurou inquérito para apurar a situação da instituição após denúncias de irregularidades. Ainda no início do mês, a Câmara aprovou um projeto que prevê a regularização e a mudança de endereço da sede da entidade.

Na noite desta quarta-feira (25), o assunto voltou a ser notícia no “Jornal da EPTV 2ª Edição”. A equipe de reportagem esteve na cidade na segunda-feira (23) e voltou nesta quarta para apurar mais informações. Em entrevista à emissora, o promotor Ilo Marinho Gonçalves Junior aponta que o local não possui número suficiente de profissionais qualificados e que a estrutura não é adequada para abrigar os menores. Além disso, não haveria materiais educativos para os internos.

O inquérito foi aberto após reclamações de moradores vizinhos à Casa Abrigo, que se queixam da falta de segurança após a implantação da unidade. Em reportagem publicada no fim do ano passado pelo BMR, populares relataram fugas constantes dos menores e mencionaram a falta de capacidade dos profissionais contratados em caráter de emergência em agosto pela Prefeitura. Preocupados, os moradores do Centro já mobilizaram um abaixo-assinado contra a situação atual.

Moradores do Jardim Centenário também já se mobilizaram contra a mudança da Casa Abrigo, que deve ser instalada em um prédio situado à esquina da Rua Manoel Gayoso com a Avenida Afonso Celestino. Um projeto aprovado pela Câmara no dia 2 de fevereiro, em segundo e definitivo turno, autorizou o Executivo a criar e regularizar a instituição, com a oficialização dos cargos de cuidadores e coordenador, e prevendo a transferência da sede para outro imóvel.

A antiga vaca mecânica, como é conhecida popularmente, passará por reformas. O prédio, segundo o projeto, será adequado às exigências legais para o devido acolhimento dos menores. Também pelo objeto, o município poderá destinar corretamente os recursos necessários para melhorar as condições e estrutura do serviço oferecido. A Casa Abrigo é uma responsabilidade do município, assumida por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta firmado junto ao Ministério Público.

Em sessão no dia 2 de fevereiro, na segunda votação, os vereadores Joseilton de Jesus (PSDB) e Manoelito da Silva Gomes (DEM) comentaram uma visita ao prédio; ambos votaram favoráveis ao projeto. “Espero que não vá continuar essa bagunça que está hoje”, disse Joseilton. “É determinação judicial. Se está ruim com a estrutura, pior sem ela”, afirmou Gomes. Votaram contra: Dimas Tadeu Lima (PT); Pedro Maia Almeida (PSDB); e Renata Mesquita Magalhães (PSD).